Uma mulher de 27 anos de idade de Xangai deve passar por um processo de reconstrução facial de um ano após ter perdido muito de seu rosto para uma infecção quando criança, de acordo com fontes na China. A impressão 3D será usada para criar guias para os novos recursos faciais.

Passar décadas sem um rosto soa como algo que aconteceria em uma história de Kafka ou Gogol, não na vida real. Para Jin Qi, de 27 anos, no entanto, a situação não poderia ser mais real. Depois de contrair uma forma rara de sépsis em uma idade jovem, a mulher chinesa viveu a maior parte de sua vida sem uma boca ou nariz, ambos dos quais foram perdidos para infecção após o seu sistema auto-imune ter ficado fora de controle.

Jin, que nasceu na província chinesa central de Hubei e agora vive em Shenzhen, está prestes a passar por um procedimento radical de reconstrução facial de um ano e quatro estágios, graças em parte à nova tecnologia de impressão 3D que permitirá aos médicos construir modelos especiais das novas partes do seu rosto. Perito cirurgião Li Qingfeng irá supervisionar o procedimento.

Embora as fontes digam que a tecnologia de impressão 3D de ponta será usada para fabricar modelos orientadores do novo rosto de Jin, os materiais usados ​​para construir o próprio rosto virão de algum lugar mais familiar: o próprio peito do paciente. Tecido no peito, semelhante em cor e textura ao da face, pode supostamente ser facilmente remodelado e transplantado.

No momento, não sabemos muito sobre o processo de impressão 3D que está sendo usado para criar esses modelos faciais, ou como exatamente eles serão usados ​​para esculpir o tecido humano. Imagens fornecidas por fontes de notícias chinesas sugerem que os modelos são de plástico.

O que sabemos é que Jin, que é agora uma designer gráfica com paixão pelo design e fotografia, decidiu submeter-se ao longo procedimento após publicar sua história on-line e receber muitos conselhos de profissionais médicos e leitores solidários. A paciente até levantou dinheiro para seu procedimento complexo através de uma campanha para arrecadação de fundos.

Fontes dizem que 42 procedimentos de reconstrução facial de natureza semelhante já foram realizados na China. Embora os efeitos a longo prazo de tais novas técnicas ainda não são conhecidos, o paciente deve ser confortado pelo fato de que muitos já estiveram em sua posição antes.

Antes de entrar na sala de operações para o primeiro de quatro procedimentos cirúrgicos, Jin estava em um estado de animação: “Se esta cirurgia é bem sucedida”, disse ela, “vou ser mais confiante na frente de outras pessoas.”

Fonte: 3ders.org

Você é apaixonado por tecnologia, impressão 3D e gosta de ficar atualizado sempre? Não perca seu tempo e acesse todas as notícias no nosso portal, curta nossa página no Facebook e nos siga no Twitter para receber todas as novidades em primeira mão. E compartilhe para aumentar a força do nosso portal.