A CES (Consumer Electronic Show), a maior feira de tecnologia do mundo, que ocorreu entre os dias 5 e 8 de janeiro em Las Vegas, apresentou entre as várias inovações tecnológicas um dos conceitos mais revolucionários na indústria do automóvel.

A Start-up Divergent desenvolveu algo além de carros com sistemas autônomos, tetos que convertam luz em energia para alimentar os motores ou mesmo assistentes de bordo, na CES deste ano foi apresentada uma ideia que promete revolucionar (ainda mais) a indústria automotiva: um carro esteticamente apelativo e tecnologicamente muito avançado, produzido através de uma impressora 3D.

O projeto não se trata, ainda, de um carro autônomo. Porém, o Blade como é nomeado, foi construído através de fibra de carbono, ao contrário do tradicional alumínio ou aço, o que faz com que seja mais leve. Leva consigo também o conceito de energia limpa com seu motor funcionando com gás natural.

A start-up confirmou que é possível que a tecnologia da Divergent possa ser utilizado em carros elétricos autônomos.

De entre as vantagens está a rapidez na criação e teste das diferentes peças que compõem o carro, um maior benefício para o meio ambiente e uma maior segurança . O design também poderá ser mais criativo, o que faz com que carros como o Blade possam ter um visual mais futurista.

 

Fonte: magazine-hd.com