opensls

Engenheiros da Universidade Rice, nos EUA, liberaram em regime de código aberto o projeto de uma plataforma de impressão 3D a laser.

A OpenSLS é uma impressora a laser capaz de criar os objetos tridimensionais usando pós plásticos e biomateriais.

Construída a partir de um laser de CO2 comercial, a plataforma custa pelo menos 40 vezes menos do que uma equivalente comercial, embora apresente o mesmo nível de qualidade.

Tecnologia SLS

A impressora 3D a laser de código aberto é baseada na conhecida tecnologia SLS, sigla de Selective Laser Sintering, ou sinterização seletiva a laser – a sinterização é um processo de união das partículas sem fusão, por meio de um superaquecimento rápido.

“A tecnologia SLS está disponível há mais de 20 anos, e é uma das únicas tecnologias de impressão 3D que tem a capacidade de formar objetos com saliências e bifurcações radicais,” disse Jordan Miller, um dos projetistas da OpenSLS.

De fato, a tecnologia SLS foi usada para construir o primeiro avião impresso do mundo. Mas, em princípio, a equipe está mais interessada em usar biomateriais.

“A tecnologia SLS é perfeita para criar alguns dos formatos complexos que usamos em nosso trabalho, tais como redes vasculares do fígado e outros órgãos,” disse Miller, que é especialista em engenharia de tecidos e medicina regenerativa.

impressao3dopensls

Barato e caro

Pelos cálculos da equipe, como a OpenSLS depende de equipamentos a serem adquiridos comercialmente, uma impressora completa em código aberto deverá custar cerca de US$10.000 – em comparação, versões comerciais têm preços variando entre US$400 mil e US$1 milhão.

Detalhes sobre como construir sua própria impressora 3D a laser podem ser obtidos no site do projeto OpenSLS.

 

fonte: inovacaotecnologica