Pela primeira vez, cientistas conseguiram criar rins humanos vivos e funcionais através da impressão 3D. Assim como os fígados humanos impressos em 3D que vimos este ano, na verdade os rins são miniaturas. No entanto, cerca de 90% de suas células permaneceram vivas, ou seja: o potencial para uso humano parece extremamente positivo.

rim (1)

Para produzir tantas células vivas, cultivam-se amostras de células de rim humano em grande volume, para depois misturá-las com hidrogel, um material rico em água e nutrientes que compõe a base dos rins impressos em 3D.

Posteriormente, as células impressas conseguem sobreviver por até quatro meses em laboratório, graças à fonte rica em nutrientes deste gel.

rim

Como este processo envolve células vivas e em crescimento, ele é bem diferente da impressão em 3D que você conhece – aquela que usa plástico para formar objetos. De acordo com Xu Mingen, pesquisador e professor da Universidade Huazhong de Ciência e Tecnologia (China).

Veja a matéria completa em: http://gizmodo.uol.com.br/rins-vivos-impressao-3d/