Peças seriam usadas por dançarinos e músicos em espetáculos.
Invenção foi criada em universidade do Canadá.

Próteses criadas por impressoras 3D já ajudaram seres humanos e animais a poder caminhar novamente ganhando partes de membros perdidos. Estudantes da universidade McGill, no Canadá, no entanto, querem criar próteses diferentes, que tocam música, para serem usadas em espetáculos, também as criando com impressoras 3D.

De acordo com o site “Cnet Australia”, os estudantes Joseph Mallock e Ian Hattwick, criaram instrumentos musicais prostéticos que são colocados no corpo do dançarino e reproduzem sons quando ele se movimenta ou toca em determinadas partes.

Eles publicaram um vídeo que mostra o funcionamento da criação (acima).

Sensores são colocados nestas próteses e transmitem as informações por meio de uma rede sem fio para sintetizadores, que fazem os sons.

O site afirma que estes “instrumentos” foram usados em uma apresentação chamada “Les Gestes”, no Canadá.