Empresa americana registrou patente que bloqueia impressoras 3D  ao reproduzir arquivos com direitos autorais

SÃO PAULO – Nos Estados Unidos, a patente 8286236 pode travar o progresso da impressão 3D. Aprovada em outubro, ela impede a impressão de arquivos que não estejam autorizados. Segundo a New Scientist, o mecanismo se assemelha ao sistema DRM (digital rights management) usado para impedir a cópia de arquivos digitais.

Essa patente, pertencente à empresa Intellectual Ventures of Bellevue, permite que a impressora 3D identifique se o arquivo tem permissão para ser produzido. SE não tiver, ela simplesmente não executa a impressão desejada.

Mesmo antes dessa tecnologia se popularizar, já existem sites internacionais e brasileiros disponibilizando designs livremente. A rigor, isso indica a possibilidade de a pirataria se estender para além de arquivos digitais como músicas e filmes e chegar a objetos.

Segundo a revista americana, chama a atenção o fato de que a Intellectual Ventures of Bellevue não produz impressoras 3D, mas é uma empresa que se dedica a registrar patentes para vendê-las depois. De propriedade de Nathan Myhrvold, diretor de tecnologia da Microsoft, a companhia tem mais de 40 mil patentes registradas.

Fonte: http://blogs.estadao.com.br/link/impressao-3d-pirata-esta-na-mira/