Olha que bacana o pessoal da Metamaquina, que vem com uma proposta super legal sobre popularização de impressoras e a impressão 3D!

 

“Queremos popularizar as impressoras 3D no Brasil. Para isso, vamos produzir impressoras de baixo custo e fáceis de usar.”

 

Mas o que é uma impressora 3D e onde é possível encontrar uma?

De maneira similar a impressoras laser e a jato de tinta, que imprimem imagens bidimensionais com tinta em papel, linha por linha, impressoras 3D aplicam plástico derretido, camada por camada, até formar um objeto volumoso, tridimensional. Depois de pronto, é possível manusear o objeto e usá-lo para o propósito para o qual foi criado, como se tivesse sido feito em uma fábrica. E assim como em uma impressora de papel, é possível imprimir qualquer coisa que você consiga modelar em um computador ou ainda baixar da Internet em diversos sites de compartilhamento de modelos de objetos, como o Thingiverse.

Ou seja, já é possível ter uma fábrica de pequena escala em casa ou no escritório! Faça uma maquete arquitetônica, um protótipo do seu projeto de engenharia, um projeto para a feira de ciências, aquela peça que quebrou e você não acha em lugar nenhum, um brinquedo único para seu filho, aquele tijolinho de Lego que você sempre quis – e até outra impressora 3D – em poucas horas!

Uma fábrica na sua mesa

Até meados da década passada, ter acesso a essa tecnologia fora de uma grande empresa era algo inimaginável. Impressoras 3D industriais tem, pelo menos, o tamanho de um armário e custam a partir de algumas dezenas de milhares de dólares.

Isso começou a mudar em 2005, quando Adrian Bowyer, professor de uma universidade britânica, iniciou o projeto da RepRap, uma impressora 3D de baixo custo que pudesse imprimir boa parte de seus próprios componentes. Uma máquina replicável e barata, feita com hardware aberto e comandada por software livre, desenvolvida por uma comunidade que hoje está espalhada pelo mundo, criando colaborativamente novos modelos que qualquer um pode construir!

Hoje as impressoras 3D já deixaram de ser algo restrito à indústria e estão começando a habitar casas, estúdios e escritórios: uma tendência que timidamente começa a chegar no Brasil. Esperamos que em poucos anos as impressoras 3D sejam tão populares ou acessíveis como qualquer outro eletrônico.

Mas as impressoras 3D vão além de qualquer coisa que já tenha passado por nossas mãos; o início de uma revolução que pode colocar a indústria dentro de cada casa, empoderando o ser humano comum a construir praticamente qualquer coisa e materializar qualquer ideia – sem limites à criatividade.

 

Impressora 3d matemaquina

 

Confira a matéria completa no site! http://catarse.me/pt/projects/532-metamaquina-3d

Conheça o site da Metamaquina