Ainda há muitas pessoas que, ao ler o título desse artigo, podem pensar que a realidade da tecnologia 3D no Brasil está muito distante. No entanto, é com certo orgulho que afirmo que essa realidade está mais próxima do que muitos imaginam e ainda pode trazer um benefício na esfera profissional de muita gente, principalmente àqueles que trabalham com assuntos criativos.

Explico o motivo: primeiro porque algumas empresas já oferecem impressoras 3D a um custo muito menor para serem utilizadas tanto em universidades, como também em casas e em escritório de pequenas e médias companhias. Isso abre oportunidades para esses empresários, principalmente aos que trabalham com Arquitetura, Design e Engenharia. Acreditem: muitos protótipos podem ser elaborados sem muito esforço e em apenas algumas horas. A novidade pode ser o começo de muito lucro para quem decide abrir sua própria empresa, por exemplo.

Mas as possibilidades de empreendedorismo utilizando a tecnologia 3D não param por aí. Recentemente, lancei no Brasil um site chamado Imprima 3D, único no país a permitir que qualquer pessoa possa comprar objetos feitos em 3D Printers. Se você é conectado a assuntos de tecnologia, provavelmente já ouviu falar de modelos de negócios parecidos com esse em outros países no continente europeu e americano.

Nos EUA, por exemplo, o sucesso é imenso e aqui não poderia ser diferente. A ideia é incentivar todos os designers brasileiros a explorarem seus desenhos para serem produzidos em impressoras 3D. O site dá a possibilidade de o profissional lucrar em cima das vendas, podendo escolher uma margem de lucro entre 5 a 15%. Ou seja, é um incentivo ao empreendedorismo, onde o profissional de Design, para dar o primeiro passo, precisa fazer uso apenas de sua própria criatividade e um pouco do seu tempo e, de forma facilitada, expor seu trabalho.

Como podemos ver, esse universo precisa ser explorado e o Brasil possui muitos talentos para potencializar projetos que fazem a diferença na vida as pessoas. É hora de acreditar que essa tecnologia já é possível para a gente e que ela pode rentabilizar. Vamos dar o primeiro passo?

 

Fonte: http://www.techlider.com.br/2012/01/impressao-3d-a-favor-do-empreendedorismo/